Notícias

Treinador desde os 14 anos de idade, apaixonado por futebol e com um sonho incrível: um dia ser treinador da Seleção Nacional de Portugal. Conheça Henrique Silva, o treinador do Sub-15 do Clube Desportivo da Cova da Piedade. 

1# Há quantos anos é treinador? E desta equipa?
R:
 Comecei este caminho em 2005, 14 anos. Estou no Cova da Piedade desde 2017, com a equipa de S15 desde o ínicio da época. 

2# Por que escolheu ser treinador de futebol? Por que o futebol juvenil?
R:
A paixão por esta modalidade, e influência que temos no crescimento dos Atletas. Futebol juvenil pela intensidade com que os Atletas perseguem os seus sonhos, a dedicação e a paixão que colocam em tudo o que fazem.
 

3# Qual o seu maior sonho enquanto treinador?  
R: Sem dúvida, um dia representar e defender as cores de uma Seleção Nacional.   

4# Qual situação da vida você pediria o VAR?
R:
Para as decisões que implicam mexer com a vida dos outros, é uma pergunta curiosa, nunca tinha pensado nisso (risos).

5# O que você prioriza em seus treinos durante a semana?
R:
A prioridade é o desenvolvimento da capacidade de decisão, criar contextos onde o atleta seja desafiado a decidir e a refletir sobre esse processo de decisão, na minha opinião é o melhor caminho para o desenvolvimento do conhecimento do jogo. Não tenho a ilusão de ensinar o jogo, apenas oriento o atleta, quem aprende é o Atleta jogando o jogo.

6# Conte-nos quais são os valores que você mais transmite aos seus jogadores? 
R:
Espírito de conquista, resiliência, companheirismo, respeito e Fair-play. 

7# O que mais gostou do IberCup Costa del Sol? O que diria para um treinador que pretende conhecer este torneio? 
R:
O aspeto que mais me agradou, é o clima positivo, a alegria com que todos se envolvem, ali não vi caras chateadas, voluntários, Staff, árbitros, funcionários. Logicamente que depois tudo é consequência disso mesmo, deixam de existir problemas mas apenas questões que precisam de solução, tudo fica mais fácil. A organização esteve ao mais alto nível, o alojamento fantástico, a comida muito boa, o que não é habitual noutros locais (risos). A um Treinador que não conheça o Costa del Sol, bem se procuram proporcionar aos vossos atletas uma semana diferente, plena de emoções, cheia de jogos, com diversão e lazer à mistura, então é este o Torneio certo.

8# O futebol pra si é:
R: Paixão, emoção é partilha, enfim Futebol é Fantástico. 

9# Representar o clube Cova da Piedade é:
R: Um privilégio e um desafio permanente, dar continuidade a um passado de conquistas de glórias, e de referência na formação de talentos.

10# O melhor treinador de sempre pra si é:
R:
 José Mourinho

11# Se pudesse montar uma equipa dos sonhos em que você pudesse jogar entre os 11. Quem seria os seus parceiros de equipa?
R:
Se pudesse montar uma equipa dos sonhos, colocaria-me no banco (risos). É sempre difícil porque temos a tendência de olhar para os jogadores que nos marcaram por algum motivo, portanto não vou escolher o melhor 11 do mundo mas aqueles jogadores que pude ver a jogar e me marcaram. Neur, Roberto Carlos, Sérgio Ramos, Maldini, Dani Alves, Kanté, Rui Costa, Xavi, Cristiano Ronaldo, Messi e Ronaldo.

12# Se pudesse apresentar um jogador profissional para seus jogadores, quem você apresentaria? Porque?
R:
Felizmente já tive a oportunidade de trazer vários atletas profissionais ao contacto com os meus atletas, temos imensos exemplos, o Jogador Português está muito valorizado, tem um perfil responsável, fiável, comprometido, altamente competitivo, competente e criativo. É incontornável que esse atleta fosse Cristiano Ronaldo, visto que é o melhor exemplo de tudo isto, teve um papel determinante na mudança do perfil do Jogador Português. Ainda assim temos vários jovens Portugueses a aparecer na primeira liga em equipas de topo, destacaria João Félix (Atlético Madrid) e Trincão (SC Braga) ambos internacionais pelas seleções de Portugal. 

Há pessoas que acompanham o IberCup há anos. São mais de 10 anos dos torneios não só em Portugal como no mundo todo. Mas se tem uma equipa que está desde a primeira edição, esta é o Sport União Sintrense. Comandada pelo seu coordenador e também treinador, Mário Rui é o nosso entrevistado da semana. 

1# Há quantos anos é treinador? E desta equipa?
R:
Sou treinador há 30 anos, da equipa de Iniciados há 2 anos.

2# Por que escolheu ser treinador de futebol? Por que o futebol juvenil?
R: 
Porque gosto muito deste desporto, que abracei ainda como jogador de futebol durante 20 anos. Futebol Juvenil porque gosto muito de ensinar e passar os valores morais, sociais e de compromisso a jovens atletas.

3# Qual o seu maior sonho enquanto treinador?
R:
 Não tenho nenhum sonho em particular, diria que o meu desejo é ver atletas a crescer como homens sérios, honestos e de respeito.

4# O que é mais difícil para si: educar os jogadores ou os pais?
R:
Não tenho a menor dúvida que o mais dificil é educar os pais, porque muitos deles retratam nos filhos o que eles não foram capazes de ser. Para além do mediatismo financeiro do futebol que alguns pensam poder atingir.

5# Qual a importância para si de conciliar os estudos com os treinos? O seu clube ajuda de alguma forma os atletas neste sentido?
R:
É fundamental conciliar os estudos com o futebol, já lá foi o tempo em que, quem queria ser jogador de futebol, deixava os estudos. Um pensamento completamente errado inclusive. Hoje a formação académica dos atletas é importantíssima para o futuro de cada um deles. O Sintrense tem uma sala multiusos, que coloca diariamente à disposição dos atletas tanto para estudarem quanto para fazerem os trabalhos de casa. Pois sabemos que é curto o tempo e, por isso está em estudo a criação de um ATL (Atividades Tempos Livres), com pessoas qualificadas para o auxílio dos atletas na área escolar.

6# Qual atleta profissional gostaria de apresentar aos seus jogadores? Qual o motivo?
R:
Tenho dois atletas que gostaria de apresentar aos meus jogadores; Um porque foi atleta do Sintrense estando hoje no Barcelona, de seu nome Nelson Semedo, o outro pela referência Internacional que é, e também pelo seu percurso de vida, de sacrificio e de exemplo para quem quer ser um dia jogador profissional de futebol, de seu nome Cristiano Ronaldo.

7# O que pensa dos quadros competitivos nos escalões mais jovens em Portugal? O que mudaria?
R:
Os quadro competitivos estão de alguma forma desfazados da realidade, essencialmente nos escalões de formação (Benjamins e Infantis). O que procurava fazer era alterar os quadros competitivos, para que não aconteçam jogos com resultados de 10, 15 e 20 a zero, não faz sentido para a evolução dos atletas.

8# Como descobriu o IberCup e em quantas edições participou?
R:
 Conheço e participei no IberCup desde a sua fundação, aliás conheço e participei desde o primeiro torneio ainda com o nome de Lisboa Cup.

9# O que mais gostou durante o torneio e o que acha que podemos melhorar?
R: 
O que mais gosto do torneio é a sua internacionalização, vêm equipas com qualidade o que motiva a presença dos nossos atletas, para além do convivio, haverá sempre coisas a melhorar, tais como a arbitragem.

10# Considera uma experiência útil para os atletas jovens viajarem para o estrangeiro e jogarem contra equipas de todo o Mundo?
R: 
Considero uma experiência inolvidável, são experiências que ficam para a vida.

11# O que diria a um treinador que queira vir ao IberCup?
R:
Vem, é um torneio muito bom para o futebol jovem!

CAT A - 2010 ESCOLA FUTEBOL BENFICA ESTÁDIO
CAT B - 2009 CF OS BELENENSES B
CAT C - 2008 COMT COACHING CLUB
CAT D - 2007 PROMESAS DEL NORTE A
CAT E - 2006 PROMESAS DEL NORTE
CAT F - 2005 MERCEDARIOS
CAT H - 2003 MVP MADRID
CAT I - 2002 C. MARISTA DE CARCAVELOS
CAT J - 2001 PROMESAS DEL NORTE
CAT S - 2003F AIK FF
CAT U - 2001F VGA ST MAUR

⚽ IberCup Estoril 2019 Opening Ceremony 

Thousands of participants sheared the parade of countries that counted more than 25 flags waving to the sunset. WATCH VIDEO

⚽ 1st Day Diary | IberCup Estoril 2019 
148 matches of different nationalities and cultures.

Watch the first video here: WATCH VIDEO